Olá, amigos!
Hoje, o tema é muito sério é preocupante.
Como médica e como humanista, estou , profundamente, preocupada com o crescente número de tentativas de suicídio entre jovens e crianças.
Semana passada, entre 8 e 8hs30, 4 jovens de 16 anos tentaram o suicídio. Um deles teve êxito.
Não vemos o assunto discutido na mídia, grupos de pais a estudar o tema, mobilizações sociais.
Uma epidemia disseminadas pelos meios eletrônicos de comunicação está ocorrendo.
É grave.
Atinge o presente, compromete o futuro.
Muitos Espíritos frágeis, depressivos têm encarnado nos últimos 30 anos.
Inteligentes racionais, tolos emocionais.
Mas, sobretudo, mentecaptos espirituais.
Em nada crêem, nada professam, nada idealizam.
Vivem imersos num mundo material que lhes é hostil, querem , rapidamente, o que o dinheiro dá mas nada fazem para o conquistar.
Vêem-se imersos numa sociedade falida moral e espiritualmente.
Por não serem seres fortes e idealizadores, tornam-se prato fácil de ser comido pelo governo oculto.
Envoltos estão por seres dantescos.
Meus queridos amigos, a dor de perder um filho é a maior das dores que se pode ter.
Perder um filho que se mata eleva à enésima potência essa dor.
Num mundo ocidental em que , de modo subliminar, querem destruir a imagem de Jesus de todas as formas, até reputando a ele cartas em que se descreve como vagabundo e alcoólatra, em que se esvaem em fumaça seus ensinamentos de amor e fraternidade, em que tolos fazem torcida crendo ser este ou aquele o maior…
Quanta tolice!
Os avatares aqui estiveram em planos conjuntos.
Não são rivais.
Ensinam a mesma e única lei: ame!
Mas , o caos atual que atinge a tudo só coloca nossos jovens e crianças à mercê dos piores.
Amigos, não podemos nos omitir, crendo que isso não é problema nosso.
É!
Cabe-nos lutar contra esse ataque trevoso potente.
O que sugerem?
E,sim, sou Cristã. Amo Jesus é o tenho por Mestre.
Se isso incomoda, vai procurar outra turma.
Jesus no leme!
Suicídio na adolescência