Olá, amigos!
Claramente, vivemos momentos de testes.
Somos avaliados por nossas próprias consciências quanto a quem somos de fato e não no que aparentamos ser.
Creio que para muitos de nós , os estímulos para reagirmos pelo impulso da emoção têm chegado quase que diariamente, procurando tirar-nos do prumo, do caminho.
Muitos, muitos amigos têm me relatado:
– dores de cabeça como se um anel a apertasse
– sensação de angústia
– desanimo
– dificuldade de concentração
– cansaço físico aos menores esforços
– insônia ou sono interrompido
– alterações de pressão ou arritmias
– dores articulares
– inchaço nas pernas
– sensação de que está próximo o desencarne
Bom seria se pudéssemos nos ver de fora para dentro, no aspecto multidimensional.
Perceberíamos o quanto estamos sendo afetados pela psicosfera cuja densidade cresce a cada dia.
Envolvidos pelo desespero daqueles que sabem do exílio que se aproxima.
Quem somos nós?
O que estamos fazendo aqui?
Por que agora estamos aqui?
Querendo ou não, estas perguntas estão em nosso inconsciente para serem respondidas.
É a vida nos testando em busca destas respostas.
É um momento sério que não pode ser menosprezado.
Seremos vítimas justamente das pessoas que mais consideramos.
Ouviremos palavras que ferem fundo.
Confrontar-nos-ão a inveja, o ciúmes, a raiva, a maledicência.
Se nosso trabalho é relevante para a ancoragem da energia da Nova Terra, ele será atacado, menosprezado.
A doença será nossa parceira se não buscarmos as forças do Alto.
Estamos na reta final da atual humanidade.
Somente passaremos o que permitirmos acontecer.
Jesus no leme!
O que somos x O que aparentamos ser